segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

ANALOGIA ENTRE OS HINOS 162 (LIVRO 4) E 178 (LIVRO 5)


Inicialmente, é salutar esclarecer que ambas as melodias não deixam espaço para sofismas, afinal, todos sabemos que nossos hinos possuem a Palavra de Deus (Escritura) como Pilar fundamental para ser cantada na forma de "exortação".

HINO 162 – LIVRO 4 - À semelhança do primeiro ponto básico de Fé e Doutrina, cada uma das três frases do hino 162 (Livro 4), possui uma única palavra chave, “Bíblia”. Este é o assunto central, afinal, o título (É a Bíblia a Palavra) exprime o tema de todo o texto.

"É a Bíblia a Palavra, que ilumina nossos pés" (verso 1).

Nota-se que a declaração "é a Bíblia a Palavra" dá no mesmo que "a Palavra é a Bíblia". O vocábulo "Palavra"  está com inicial maiúscula, que é uma clara e nítida referência à Bíblia. Isto deve ser observado no hino 178 - Livro 5. Portanto, em o hino 178 "a Palavra" é a mesma "Espada" do Espírito, que é símbolo da Palavra de Deus, a Santa Escritura!

Bem, como todos concordamos acerca do hino supramencionado (162 – Livro 4), dispensa-se qualquer comentário adicional. Vamos analisar o que o hino 178 tem a nos revelar, o comentário a seguir serve de colírio aos olhos dos que não conseguem enxergar a clareza do mesmo.

Hino 178 – LIVRO 5 – Igualmente ao livro 4, este hino também possui uma vocábulo chave, “Palavra”. O título (A Palavra preciosa) denota o tema de toda a melodia, sendo que cada frase, à semelhança do hino 162 (Livro 4), é concluída em torno do que vem a ser esta “Palavra”, cada frase é delimitada com um ponto final. O “Coro” do hino vem a harmonizar com cada uma das frases. Devo relembrar que nossos hinos são elaborados em forma de EXORTAÇÃO da Palavra escrita.

Notemos, queridos irmãos, que em nossos hinários o vocábulo “Palavra” é escrito com inicial maiúscula como indicador de “Bíblia ou Palavra de Deus”; afinal, é desta forma que o verso primeiro se inicia:

“1. A Palavra da verdade, de Deus Pai, o Criador, traz dos céus a santidade aos remidos do Senhor.

Assim, a "Palavra da verdade" é dita ser "de Deus Pai, o Criador"; portanto, trata-se de uma afirmativa em ser Ela a "Palavra de Deus Pai, o Criador". O verso do hinário, acima, está em perfeita harmonia com toda a Bíblia Sagrada, afinal, o Senhor Jesus rogou ao Pai para que seus remidos fossem santificados pela Sua Palavra, que é a verdade:

Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17.17).

Assim, a 1ª estrofe do hino antecede o CORO, estando este em perfeita harmonia com o verso que o antecede, o verso 1; afirma-se que esta mesma Palavra, além de ser preciosa para os remidos também é “Espada poderosa”:

A Palavra preciosa do fiel vivente Deus, é Espada poderosa, que defende os santos Seus. (Hino 178 – Livro 5)

Notemos que “Palavra” é descrita como sendo a mesma “Espada poderosa”, o verso ainda alude à “defesa”, estes termos direcionam para a passagem de Efésios que será mencionada mais à frente; ainda, ambos os termos “Palavra” e “Espada” foram escritos no hinário - propositadamente - com iniciais maiúsculas, o que é uma clara demonstração de que se refere à Santa Escritura, a Palavra de Deus. Portanto, para não deixar dúvidas e espaço para os invencionistas, eis a prova Bíblica em que o devido “Coro,” e por sua vez, todo o hino está amparado:

Tomai, também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.” (Efésios 6.17).

Assim, é isto que o verso 1 do hino 178 diz... “a Palavra da verdade, de Deus Pai, o Criador” é a mesma “Espada” dita no Coro; o que vem a ser uma referência irretorquível a Efésios 6.17, cuja Espada é uma das peças pertencente à armadura do cristão que é dado pelo Senhor para “defesa” dos santos Seus, conforme consta no mesmo hino.

O que nossos opositores deveriam fazer, era examinar as letras dos hinos fazendo-as passar pelo Tribunal das Escrituras, tal qual eu faço, e não TORCER o sentido Bíblico que lhes são dados.

Somente os que querem deixar-se levar pelo espírito do erro acreditarão que o hino 178 (Livro 5) não se refere ao mesmo tema do hino 162 (Livro 4), a Bíblia Sagrada; a Palavra de Deus ou a mesma Espada do Espírito. Nosso hino é claro, a “Espada” com inicial maiúscula, é uma nítida referência à Palavra de Deus descrita em Efésios 6.17.

Ante a clareza dos fatos, não creio que seja necessário comentar verso por verso do nosso hino, afinal, qualquer pessoa de mediana inteligência, por certo, compreenderá perfeitamente a correlação entre um e outro.

Estou apenas manifestando essa verdade presente em o hino 178, nada mais que esta verdade: - A Palavra de Deus é a Espada do Espírito, referindo-se à Escritura Sagrada. Por meio dEla, Jesus obteve "defesa" contra seus acusadores... É o que diz o hino 178, a Palavra que é Espada poderosa, serve de "defesa" para os santos Seus.

Sola Scriptura!

18 comentários:

  1. Prezado irmão Daniel,

    Poderia também comentar a mudança no hino 439 do hinário 4, que no hinário 5 é o 458?

    Pois bem, novamente a palavra bíblia foi suprimida do hino. A expressão "Pois a bíblia assim me diz" foi retirada.

    Querido irmão, qualquer pessoa de inteligencia mediana consegue perceber que a pessoa (ou pessoas) que modificou o ponto 1, quer de qualquer maneira fazer uma separação entre bíblia e a palavra de Deus.

    Eles simplesmente, às escuras (não comunicaram nem mesmo a todos os membros do conselho de anciães), retiram a palavra bíblia dos hinos, além de dizerem que a bíblia contem a palavra de Deus.

    Irmão Daniel, está ficando vergonhoso para você se desdobrar a todo o momento para justificar o injustificável. Vai arrumar alguma desculpa para a mudança do hino 439 do hinário 4?

    Pergunte para o ancião que te ajudou na explicação do primeiro ponto, porque estão tirando a palavra bíblia do nosso hinário.

    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Constantino, se o irmão não possui argumentos para defender suas próprias ideias, soltando impropérios não se provará nada. Limite-se apenas a comentar o assunto de forma embasada - melhor ainda - de acordo as Escrituras, se possível.

      Se o que peço não está dentro da sua possibilidade, o amado ao menos deveria reconhecer que todos os assuntos tratados por mim são passadas à luz do Tribunal das Sagradas Escrituras, afinal, somente Ela pode dar o veredicto do que está certo ou errado, coisa que a sua nobre pessoa deixa muito a desejar ao tecer comentários, baseando-se apenas em seu próprio conceito, uma espécie de... "Achologia".

      Desdobrar meus argumentos à luz da Palavra de Deus, de modo algum pode ser 'vergonhoso'(?), aliás, 'vergonhosa' é a forma como critica sem ao menos fazer citação Bíblica, o que vem a denotar despreparo espiritual em se tratando de assuntos Bíblicos.

      Para que não venha a entrar no campo da boçalidade, limite-se apenas em fornecer respostas Bíblicas como faria coerentemente qualquer servo de Deus. Não permitirei que meu blog contenha comentários ofensivos.

      Deus o abençoe.

      Excluir
  2. Temo que o irmão não perceba o termo com o qual assina esta sua mensagem (Sola Scriptura), nem o sangue já derramado pelos Santos que lhe deram vida e significado e sob o qual tem de se colocar para poder fazer semelhante afirmação.

    Quando o comecei a visitar neste lugar virtual considerava que o irmão era neutro e apenas tentava trazer uma luz teológica e bíblica aos conceitos de doutrina da nossa Igreja.

    Após esta sua mensagem fiquei com a certeza que o irmão está apenas a passar uma esponja pelas recentes alterações, dando-lhes um aspeto de verdade e espiritualidade Cristã, enganando a todos os que o lêem. Bem, não todos, como se depreende pelo meu comentário.

    Considero desonesta esta sua postura, e as novas descobertas (Sou amado por Jesus, pois a Bíblia assim mo diz, hinário 4 vs pois a Palavra assim mo diz, hinário 5) evidenciam as suspeitas já levantadas, que todas estas recentes alterações visam apenas a colocação das Escrituras para segundo plano, dando supremo ênfase à pregação que tem lugar no Púlpito. Sola Scriptura? Onde?

    Como pode uma Igreja alterar os seus estatutos e hinos de louvor para reformular a origem do seu sustento espiritual, dizendo que doravante os seus ministros falarão a verdadeira e completa "Palavra" do púlpito quando todos sabemos que não há uma abordagem teológico-sistemática instituída no corpo ministerial da Igreja (tornando esse mesmo corpo ministerial, no mínimo, incapacitado para tal tarefa), e o irmão, que é esclarecido nestes assuntos, não usar a sua voz para combater este desvio radical aos princípios Cristãos?

    Sinto um misto de tristeza e desilusão pela sua postura, mas acima de tudo tenho sincero amor Cristão por si. Mante-lo-ei presente nas minhas orações, rogando-lhe que faça o mesmo por mim nas suas.

    Deus o abençoe irmão Romário,
    Vitor, CC em Portugal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido irmão Vitor, sei muito bem o que escrevo, quando digo "Sola Scriptura", estou afirmando com isso que não temos outro livro ou revista que nos sirva de orientação espiritual em nossos ajuntamentos cristãos... "Só a Escritura" (Sola Scriptura)! Prezado irmão, meu trabalho neste blog é exatamente comprovar por meio das Escrituras que nossa Doutrina e hinos estão devidamente amparados nEla, teologicamente sistematizada. Eu, pelo contrário, considero desonesta a postura com que nossos hinos estão sendo tratados sem ao menos analisarem as devidas "letras do hinário" pelo Tribunal das Escrituras.

      Mas não é isto o que fazem, apenas formulam acusações sem nenhuma citação Bíblica, ao passo que as letras dos nossos hinários (livros 4 e 5) fazem referências diretas à Palavra de Deus. Interpretar com FIDELIDADE, requer que esta seja analisada à luz das Escrituras.

      Destarte, quando se escreve "Palavra" com iniciais maiúscula refere-se diretamente à "Bíblia". Creio que todos os que nos criticam são alfabetizados tendo noção do que digo, mas preferem TORCER os fatos. Deve-se distinguir entre "palavra" (com "p" minúsculo) e "Palavra" (com "P" maiúsculo), esta última além de ser lida nas igrejas e exortada.

      Ora, meu irmãozinho, a Bíblia é a "Palavra" e não a 'palavra'... Será que não consegue distinguir entre uma coisa e outra? Ora, que heresia é essa dita pelo irmão? Onde há na Bíblia que um ministro precisa de preparo "teológico sistemático" para exercer sua função? Isto é criação do homem, os apóstolos jamais ordenaram tal requisito para os que ministram a Palavra. É ensino que devemos sim, examinar as Escrituras e meditar nEla, além de o Senhor conceder o dom do conhecimento e sabedoria, estas coisas, é dom de Deus e não de seminários ou escolinhas de teologia, ainda que sistemáticas.

      Quando não se crê nas afirmações da Bíblia, o homem vai à procura de escolinhas de teologia, mas confira o que diz a Bíblia:

      "E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada." (Tiago 1:5).

      POrtanto, examinando as Escrituras e meditando nEla, qualquer servo de Deus pode clamar a Deus pedindo da sabedoria do alto, esta é pura e vem do alto,a Bíblia é taxativa ao dizer "e ser-lhe-á dada".

      Cremos no "conhecimento" como dom dado por Deus:

      "Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência". (1 Coríntios 12:8).

      Como se pode ver, " palavra da sabedoria" e a "palavra da ciência" são dons espirituais dadas por Deus, e não se refere como que aprendidas em "escolas teológicas". Sem contar, que há teologias para todos os gostos, isto é, ao gosto do freguês!

      Ao deixar esta crença de lado, quem sente "um misto de tristeza e desilusão" sou eu, exatamente pela sua postura nada Bíblica ao pôr de lado o que Deus nos ensina pela Palavra, preferindo escolinhas de teologia.

      Excluir
    2. CONTINUAÇÃO:

      Pior ainda, está em caracterizar por meio desse argumento estereotipado, que nossos ministros são "despreparados", e isto, pela sua ótica nada Bíblica. Ao dizer 'corpo ministerial' como 'incapacitado'(?) para tal tarefa, o nobre palestrante descaracterizou o Espírito Santo como IRRESPONSÁVEL por escolher pessoas 'INCAPAZES' para estarem à frente do povo! Uma BLASFÊMIA que está "EMBUTIDA" (SUBENTENDIDA) nesta sua afirmação HERÉTICA. Quem possui a mente de Cristo, sabe que Ele escolheu doze pescadores em vez de peritos da Lei, apenas um exemplo:

      "Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;
      Para que nenhuma carne se glorie perante ele. Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção;para que, como está escrito: Aquele que se gloria glorie-se no Senhor." (1 Coríntios 1:26-31).

      Os pensamentos de Deus são contrários aos pensamentos do homem, e os caminhos de Deus diverge dos caminhos do homem, por isso afirmo que o irmão falou sem conhecimento de causa.

      Deus o abençoe.

      Excluir
  3. A paz de Deus

    Perdoe, mas procuro ser sucinto no que escrevo; não desmerecendo quem seja prolixo, muito pelo contrário, admiro...

    Realmente é complicado aceitar de pronto, qualquer alteração, por mais que esta esteja mais pontualmente de acordo com as SANTAS ESCRITURAS OU A PALAVRA DE DEUS... O termo "BÍBLIA" é uma espécie de PSEUDÔNIMO(se assim me permitem dizer) dada(pelos homens) ao conjunto dos ESCRITOS SAGRADOS. Não há nas Escrituras Sagradas esta palavra: "BÍBLIA". Não é por isto que devemos deixar de usar o termo: Bíblia, nada disso!. A "PALAVRA DE DEUS é ÚNICA" e está impressa nas nossas Bíblias...
    Ficarmos criticando e determinando o que "É" ou o que deixa de "SER", sem nos debruçarmos exaustivamente no que afirmamos, é temerário.

    Grato

    ResponderExcluir
  4. Amém!
    Deus o abençoe, pelo comentário, irmão sac.

    ResponderExcluir
  5. Estou triste com vocês dizendo isso, eu creio que as letras de todos os hinos desde o hinário 1 ao hinário 5 foram feitas e modificadas pela revelação de Deus e do Espírito Santo, todas com base na Bíblia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Andrew Fernandes Farsura...

      Amado, a matéria aqui exposta é direcionada em defesa do nosso hinário, pois examino os argumentos daqueles que nos atacam e mostro quão inócuos são. Examine direito a matéria com mais atenção e o irmão entenderá o que digo. Certo é, amado, que alguns fazem tempestade com copo d'água...

      Sigamos firme o nosso Caminho, o Senhor Jesus.

      Deus o abençoe.

      Excluir
    2. A paz de Deus irmão... Eu sou da mesma opinião q vc...

      Excluir
    3. Amém! Deus abençoe.

      Sinta-se a vontade neste blog.

      APDD!

      Excluir
  6. A Paz de Deus; gostaria de saber pq trocaram as letras do hino 69, brilha mais e mais, se queres ver Jesus sem Véu...; esta em conformidade com a bíblia, dizem que o Véu e carne de nosso Senhor Jesus Cristo, conforme o versículo abaixo:

    Aos Hebreus 10:20- Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne.

    ResponderExcluir
  7. Eu acho qe esta tudo certo!!
    Os irmão qe fizerão a troca, estavam na guia de deus...
    então NÃO RECLAME, APENAS LOUVA A DEUS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus o abençoe, irmão André.

      Sinta-se à vontade neste blog.

      APDD!

      Excluir
  8. Meus caros irmão, eu creio que esse Hinário de numero 5 veio pra complementar ou seja melhorar aquilo que já era ótimo, tanto é que qdo tocamos ou cantamos na comunhão os sacros hinos, Deus na sua infinita bondade tem nos visitado Deus te Abençoe irmão Daniel Kauphan, concordo com o seu ponto de vista em gênero numero e grau

    ResponderExcluir
  9. Meus caros irmão,A Paz de Deus! Eu creio que esse Hinário de numero 5 veio pra complementar ou seja melhorar aquilo que já era ótimo, tanto é que qdo tocamos ou cantamos na comunhão os sacros hinos, Deus na sua infinita bondade tem nos visitado Deus te Abençoe irmão Daniel Kauphan, concordo com o seu ponto de vista em gênero numero e grau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus o abençoe.

      Sinta-se à vontade em meu blog.

      APDD!

      Excluir