domingo, 14 de julho de 2013

INDÍCIOS DE AVERSÃO DA ASSEMBLEIA DE DEUS CONTRA A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL


Informativo: Todas as citações referenciais estarão de vermelho.

Toda causa gera algum efeito e todo efeito possui a sua causa.”

A Casa Publicadora das Assembleias de Deus publicou um livro de autoria do pastor Raimundo de Oliveira, “Seitas e Heresias – Um Sinal do Fim dos Tempos”, em sua 38ª impressão – 2011, onde se refere à Congregação na pág. 142 com o seguinte título: “Aversão à Assembléia de Deus”(?); embora a CPAD afirme no mesmo livro não considerar a Congregação Cristã como “seita”, não titubeou em incluí-la no mesmo livro! – Não seria isso, maldade? - Algo para ser meditado.

Com isso em mente, este estudo visa dar uma resposta contra tal propaganda feita pelas Assembleias de Deus - que se fazendo de vítimas - dizem que a Congregação Cristã possui aversão a tal grupo, quando na verdade, a “Missão da Fé Apostólica” (antigo nome da Assembleia de Deus) era ‘exclusivista nas primeiras décadas de sua existência (1911 – 1930) é o que diz Gedeon Alencar, escritor e filho de pastor da Assembleia de Deus:

(...) “neste período a AD tem todas as características de seita: nasce de uma dissidência, é exclusivista, estabelece-se na ruptura com uma instituição, forma-se da adesão voluntária com a mensagem “fundada na continuidade da revelação e interpretação teológica literal das Escrituras, incentiva a formação de líderes espontâneos e carismáticos” (Camargo, 1973:152)”. (Alencar, Gedeon. Assembleias de Deus – Origem, Implantação e Militância (1911 – 1946), págs. 48,49. 1ª Edição: julho/2010. São Paulo, SP, Brasil).

Jamais, a Congregação Cristã no Brasil produziu livros procurando desmerecer qualquer grupo religioso, mas lideranças das Assembleias de Deus em aversão à Congregação têm produzido vários livros contra a pioneira do pentecostalismo no Brasil, a Congregação Cristã.

Contrária à Assembleia de Deus, o fundador da Congregação Cristã no Brasil não era exclusivista e reconhecia que há salvação fora do grupo que havia formado, pois narra isso ao descrever a história da sua vida cristã antes de haver Congregação Cristã no Brasil e após a fundação da devida Igreja, tal menção não é estranha aos membros da CCB que aceitam o histórico e continuam a distribuir aos membros:

Em 1º de janeiro de 1895, casei-me com Rosina Balzano, salva também em nosso meio, em princípio de 1892. (...) No ano de 1898, o Senhor salvou o irmão Giuseppe Beretta por meio dos Metodistas Livres, Americanos, o qual após algum tempo uniu-se conosco, Presbiterianos italianos.” – O negrito e sublinhado é meu.

Portanto, antes de haver Congregação Cristã no Brasil, Louis Francescon menciona pessoas sendo salvas pelo Senhor Jesus em outros grupos de cristãos, Metodistas Livres e Presbiterianos italianos. Entretanto, a Assembleia de Deus,  não reconhecia o trabalho de Louis Francescon como sendo de Deus, pois diziam que somente a “Missão da Fé Apostólica” (Assembleia de Deus), possuíam a salvação e o Espírito Santo, é o que conta o historiador Gedeon Alencar acerca das origens das Assembleias de Deus, ao falar do sectarismo da AD:

Há muito perdeu o discurso exclusivista da seita (quando só os assembleianos eram salvos e tinham o Espírito Santo), assumindo uma postura inclusivista de relacionamento com outras instituições evangélicas” (...). (Alencar, Gedeon. Assembleias de Deus – Origem, Implantação e Militância (1911 – 1946), pág. 52. 1ª Edição: julho/2010. São Paulo, SP, Brasil). – O negrito é meu.

Embora os fundadores da Assembleia de Deus tenham tido conhecimento da Congregação Cristã no Brasil e outras igrejas, a ação do Espírito Santo em tais meios era ignorada pela AD, pois somente ela – dizia – tinha o discurso como ‘única verdadeira e completa:

 “O nome do primeiro jornal é “Voz da Verdade”, o seguinte “Boa Semente”, nada mais sintomático. Aliás, há seguidos “testemunhos” de ex-batistas, ex-presbiterianos, ex-adventistas, agora pentecostais, admitindo, enfim, terem encontrado a “verdade completa. (Alencar, Gedeon. Assembleias de Deus – Origem, Implantação e Militância (1911 – 1946), pág. 49. 1ª Edição: julho/2010. São Paulo, SP, Brasil). – O negrito é meu.

Isso pode ser confirmado, pois é algo que também está presente no Diário de Víngren:

Com a vinda do irmão Silvério Campos, a doutrina pentecostal foi levada para o Interior do Estado do Rio, e alguns pastores da Igreja Cristã aceitaram a verdade completa, como Manoel dos Santos, Manoel Leite, Belarmino Pedro Ramos e outros das Igrejas de Terra Fria e São Joaquim.” (Vingren, Ivar. Diário do Pioneiro Gunnar Vingren, pág. 141, 5ª Edição/2000. Casa Publicadora das Assembleias de Deus, Rio de Janeiro, RJ, Brasil) – O negrito é meu.

Nos dias atuais, a Assembleia de Deus não mudou seu discurso com referência à Congregação Cristã no Brasil, conservando seu conceito antigo, negando a história e a ação do Espírito Santo em e sobre o fundador Louis Francescon, ainda hoje – em aversão à CCB? - mantém a tradição sectária nos livros de história e sites de que Celina Albuquerque teria sido a ‘primeira’ (?) pessoa no Brasil a receber do Senhor Jesus o batismo com o Espírito Santo:

O conservadorismo é levado tão a sério que qualquer “revisionismo” histórico como este seria impossível. Durante os próximos anos, o Mensageiro da Paz continuaria publicando, e livros de história da AD confirmando, que Celina Albuquerque foi a primeira pessoa no Brasil a ser batizada com o Espírito Santo, porque a tradição assembleiana não pode ser mudada.” (Alencar, Gedeon. Assembleias de Deus – Origem, Implantação e Militância (1911 – 1946), pág. 144. 1ª Edição: julho/2010. São Paulo, SP, Brasil).

Como pode  esse resquício exclusivista permanecer até hoje? Parece querer torcer a história em seu favor como sendo a primeira igreja pentecostal em atividade no Brasil, algo a respeito já foi publicado em jornal:

A Assembleia de Deus é a mais antiga igreja pentecostal em atividade no Brasil, trazida dos EUA em 1910.” (Folha de São Paulo – 07/08/2001).

Como o referido jornal zela pela veracidade da informação, ao tomar conhecimento do devido equívoco, tornou público o erro na edição seguinte:

Diferentemente do que informou a reportagem “Assembleia de Deus aprova plano para eleições de 2002” (Brasil, pág. A6, 4/8), a primeira igreja pentecostal a se instalar no Brasil foi a Congregação Cristã no Brasil, em julho de 1910. A Assembleia de Deus começou a agir em junho de 1911. As duas foram trazidas por missionários europeus vindos dos Estados unidos.

Os fundadores da AD - segundo relato de líderes assembleianos – já tiveram contatos com o fundador da Congregação Cristã no Brasil, Louis Francescon, e aqueles sabiam dos sinais que Deus fez por meio deste e que o grupo formado por Francescon era correspondido por Deus com os dons espirituais, em particular, o dom de novas línguas. Mesmo assim, desprezando a Congregação Cristã e a ação do Espírito Santo em nosso meio, Gunnar Vingren proferiu – historicamente - algo para lá de incompatível:

 “A uma hora da madrugada a irmã Celina começou a falar em novas línguas, e continuou falando durante duas horas. Foi, portanto, a primeira operação de batismo com o Espírito Santo feita pelo Senhor Jesus em terras brasileiras.” (Vingren, Ivar. Diário do Pioneiro Gunnar Vingren, pág. 40, 5ª Edição/2000. Casa Publicadora das Assembleias de Deus, Rio de Janeiro, RJ, Brasil)– O negrito é meu.

Será que isso não prova o caráter exclusivista de Víngren, pois afirma de pés juntos em seu Diário que “a primeira operação do Espírito Santo feita pelo Senhor Jesus em terras brasileiras” (glossolalia) ocorreu com uma pessoa de sua igreja, um engano que permanece até hoje em livros e sites de membros das Assembleias de Deus!

A conceituada CPAD deveria seguir o mesmo exemplo do Jornal Folha de S. Paulo , corrigindo erros outrora publicados e informando seus leitores que não foi a senhora Celina Albuquerque e Nazaré as primeiras pessoas no Brasil a receberem do Senhor Jesus o batismo com o Espírito Santo; fazendo isso estaria contribuindo com a história e se comprometendo com a veracidade deste fato, que um ano (1 ano) antes dela, vários membros da CCB já desfrutavam dos dons espirituais no Brasil, antes mesmo da chegada dos missionários suecos em solo brasileiro, confira:

1910 – Em abril, Lombardi retorna para Buenos Aires e Francescon chega ao Paraná, onde estabelece o primeiro grupo de segmento pentecostal no Brasil. Durante sua estadia, onze pessoas creem no evangelho e são batizadas em águas e no Espírito Santo.” (Defesa da Fé – Revista de Apologética do Instituto Cristão de Pesquisas, pág.39 – ICP – Ano 12 – Nº 90 – março/abril de 2011).

O histórico da Congregação Cristã no Brasil e a história da chegada de Víngren e Berg ao Brasil desfaz da balela corrente nos meios assembleianos, pois os pioneiros da AD chegaram ao Brasil apenas em 19 de novembro de 1910 (Diário de Vingren), mas conforme o relato histórico acima, sete meses antes - abril de 1910 – “onze pessoas creram na mensagem pregada por Francescon e foram batizadas em águas e no Espírito Santo. Contra fatos, não há argumentos!

As igrejas denominacionais que já se encontravam instaladas no Brasil e que não creram na mensagem pentecostal e ainda hoje falam contra ela, conforme Gunnar Vingren diz em seu diário, não receberão jamais o perdão de Jesus:

31 de maio. Visitei várias famílias para testificar de Jesus. Começou a chover e eu me abriguei na casa de uma família católica. Isto foi uma excelente oportunidade para eu testificar. À noite falei a uma irmã denominacional sobre o batismo com o Espírito Santo e os dons espirituais, e disse-lhe que a Palavra de Deus afirma que aquele que fala contra essa mensagem não receberá jamais perdão!” (Vingren, Ivar. Diário do Pioneiro Gunnar Vingren, pág. 64, 5ª Edição/2000. Casa Publicadora das Assembleias de Deus, Rio de Janeiro, RJ, Brasil). - O negrito é meu.

Neste caso, ele faz do reduto pentecostal um grupo exclusivista!

Atitude bem diferente tinha o fundador da Congregação Cristã no Brasil, que cria na salvação concedida pelo Senhor Jesus fora do reduto da Congregação, a todo aquele que nEle crer. Ninguém é batizado com o Espírito Santo para ser salvo, a salvação é dada unicamente à alma convertida pela fé, pelo crer. O mal-feitor que estava na cruz, à direita de Jesus, não recebeu os dons espirituais e tampouco fora batizado com o Espírito Santo falando em outras línguas, no entanto, foi salvo!

Francescon apenas buscou uma promessa de Deus presente em sua Palavra, e que todos os que buscavam um reavivamento espiritual também buscavam de Deus o devido revestimento. Portanto, irmão e irmã, embora você ainda não tenha recebido de Deus tais dons, tenham certeza da sua salvação, ninguém recebe os dons para se salvar, mas para serem “revestidos” da virtude do Espírito Santo (Atos 1.8) falando em outras línguas (Atos 2.4).

Indícios de aversão contra a Congregação Cristã no Brasil é visível até mesmo pelas mentiradas que propagam contra nós, confira:

Eles dizem também, que devem se ater apenas aos 4 evangelhos, pois neles estão as palavras ditas por Jesus.” (Amaral, Pr. José, A Igreja do Véu – Igreja ou Heresia? Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil, pág. 27, 4ª Edição, Intergraph Editora e form. Ltda, Goiânia, Go, Brasil).

Como se pode ver, MENTIRAS contra nós são propagados por alguns líderes dessa igreja como “verdades”!

O pastor presidente da CGADB, ao prefaciar (4ª Edição) o livro do Pr. Amaral, disse:

Tive o privilégio de ler o livro “A Igreja do véu Igreja ou heresia? Fiquei surpreso com muitas minúcias ali registradas”. (Amaral, Pr. José, A Igreja do Véu – Igreja ou Heresia? Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil, pág. 6, 4ª Edição, Intergraph Editora e form. Ltda, Goiânia, Go, Brasil).

Com certeza ele não pulou as passagens onde o autor diz que nos atemos em apenas os 4 evangelhos, que os dois missionários suecos vieram com Louis Francescon ao Brasil, e várias outras inverdades e contradições inúmeras, todas tidas como... "Indestrutíveis"(?) por ele.

Na mesma página, o mesmo ainda fomenta a “indestrutibilidade” das minúcias ali registradas; de duas coisas, uma: - Ou é ignorante acerca da nossa fé, ou, usou de má fé!

Como nos primórdios de suas origens exclusivista, dizem que a mensagem do evangelho propagada por nós, é... “Incompleta”(?):

Gostaria de todo o meu coração que eles acordassem para a verdade do Evangelho do Senhor Jesus Cristo em sua totalidade, e alcançassem o fundamento da graça e da fé.”. (Amaral, Pr. José, A Igreja do Véu – Igreja ou Heresia? Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil, pág. 33, 4ª Edição, Intergraph Editora e form. Ltda, Goiânia, Go, Brasil). - O negrito é meu.

Ora, o fundamento da graça e da fé, é Cristo Jesus, nosso Senhor! Esses líderes estão dizendo que todos estamos perdidos por ainda não termos alcançado a salvação que há pela graça e fé em nosso Senhor Jesus Cristo! Isto não seria aversão contra nós?

Mais uma referência mentirosa como suposta “minúcia indestrutível” – mas, que é revestida com palha seca:

Luís Francescon saiu com mais dois irmãos com destino ao Brasil, inclusive estes outros dois começaram o movimento pentecostal em Belém do Pará, dando origem a Assembléia de Deus no Brasil.” (Amaral, Pr. José, A Igreja do Véu – Igreja ou Heresia? Toda a verdade sobre a Congregação Cristã no Brasil, pág. 14, 4ª Edição, Intergraph Editora e form. Ltda, Goiânia, Go, Brasil).

Todos sabem que a data da chegada de Louis Francescon ao Brasil diverge da chegada dos dois fundadores da AD.

Um exemplo de heresia é descrito pelo escritor Batista, Dr. Aníbal Pereira Reis, em seu livro “Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos, Edições Caminho de Damasco Ltda, 1982, São Paulo, Brasil“, sobre o tema “UM PRIMOR DE PÁGINA PENTECOSTALISTA”, o Dr. Aníbal escreveu sobre algo encontrado na revistaA SEARA”, e dispara:

Trata-se de UMA ASSOMBROSA CARTA DA RÚSSIA divulgada pela revista A SEARA, nº172 de Julho de 1979, ano XXIII, páginas 10 e 11, órgão editado pela CASA PUBLICADORA DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL, cujo diretor e o sr. Abraão de Almeida, um dos mentores destacados desse grupo pentecostalista. A carta teve sua divulgação sob inteira responsabilidade da própria revista em cuja apresentação se destaca a seguinte frase: "UMA MULHER, QUE ERA MEMBRO ATIVO DO PARTIDO COMUNISTA DA UNIÃO SOVIÉTICA, DESPREZAVA OS CRENTES E VIVIA NO PECADO, MORREU, FOI AO HADES E RESSUSCITOU CONVERTIDA CONTANDO SUA EXPERIÊNCIA E PREGANDO O EVANGELHO". (Pereira Reis, Aníbal. Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos, pág. 38, 2ª Edição Caminho de Damasco Ltda, 1992, São Paulo)

Depois de reescrever em seu livro toda a narrativa descrita na tal revista, o Dr. Aníbal comenta com uma severa crítica:

Impossível omitir dois ou três comentários. Além de fantasiosa a carta é falsa. Não digo falsa apenas em sua origem. Falsa no seu conteúdo. Começa por aí! Nem aparece o nome da autora. Menciona apenas um isolado André desacompanhado do nome de família. Falta, outrossim, referência a nomes dos médicos. Enfim, um relato destituído de qualquer base ou comprovação de sua veracidade. O fato em si é pura ficção. E descamba para as regiões espiritistas. Aquela estória de o espírito ficar por aí a rodear e a rondar o corpo inerte... A patacoada se restringiria ao gênero do conto e da anedota se não afetasse diretamente ensinos evidentes da Palavra de Deus.” (Pereira Reis, Aníbal. Católicos Carismáticos e Pentecostais Católicos, 2ª Edição 1992, Edições Caminho de Damasco Ltda, São Paulo - Brasil).

Sem contar que conversão se dá em vida, mas, segundo o traslado da devida revista feito pelo Dr. Aníbal, a conversão se deu no inferno, não devemos crer em conversão no inferno, que ela ‘saiu’(?) do inferno já convertida! Um morto poder sair do hades contraria diametralmente a Escritura.

A devida estória pode ser lida na íntegra, aqui: http://www.ubeblogs.com.br/profiles/blogs/o-lado-espirita-das
(Pesquisa do link, feita as horas 15:23 em 14/07/2013).

Voltando ao assunto, eu poderia escrever muitas coisas que apontam indícios de aversão contra nós, membros da Congregação Cristã, mas paro por aqui; que este artigo sirva de reflexão a todos, antes de querer apontar o indicador para quem quer que seja.

Não tenho rancor contra assembleianos, pelo contrário, tenho grande carinho pelos mesmos e tenho contato com conhecidos meus que são pastores, evangelistas e presbíteros; com todos eles sempre tenho amistoso diálogo. Vez e outra vou na casa de um evangelista da Assembleia de Deus, pessoa digna do meu respeito. Este artigo visa apenas como sendo uma resposta aos artigos elaborado por "certos" líderes, uma amostra pública sobre o outro lado da "moeda".

Deus vos abençoe.


Romário N. Cardoso

17 comentários:

  1. Irmão gosto muito como escreve suas publicações pois você refuta os argumentos dele com os próprios argumentos dos mesmo, devemos respeitar todos independentemente da denominação e/ou religião, na minha sincera opinião único que pode nós salvar e jesus Cristo "Yeshua", essas publicações por parte da AD não me magoa só mostra que precisamos orar cada vez mais que Deus nós conduz para verdade acho que a AD notou o crescimento da CCB ate a década de 60 e deu um jeito de frear o progresso da CCB com essas publicações só queria entender por que a CCB no ultimo IBGE teve um decréscimo em números de membros? fica na paz e que Deus abençoe a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Yuri, o IBGE não possui os dados de todos os falecidos da Congregação, de todos os que migraram para outras igrejas, nem diz a que período de tempo a devida pesquisa se estendeu (de data X até data X). Nota-se ainda, que em razão disto e outros fatores é completamente impossível numerar a perca dos crentes da CCB que faleceram, dos que migraram para outros redutos, dos que se encontravam em viajem no período de tempo em que a pesquisa foi feita.

      Digo mais, muitos saem do interior para os grandes núcleos, e muitas famílias retornam para o interior de onde saíram. Estranho é o IBGE apontar os devidos números dos "perdidos" e não mencionar o número dos que foram adicionados a ela. É certo que a Congregação cresce cada vez mais, tanto em almas quanto em número de casas de oração, basta conferir o nosso relatório para comprovar que mais de uma casa de oração é aberta por dia, no Brasil. Em um período de 10 anos, a Congregação arrebanhou mas de meio milhão de pessoas!

      O IBGE usou algo que o Pr. Silas Malafaia chama de "chutômetro", andou ela de casa em casa contando as pessoas que saíram da CCB, perguntando sobre os que faleceram, dos que viajaram?

      O nosso relatório é reconhecido pelo sociólogo Délcio Monteiro de Lima, como absolutamente confiável.

      Deus o abençoe.

      Excluir
  2. A Paz de Deus, rivalidade é pecado, e posicionamento da ccb, foi sempre ensinar ,seu povo o caminho da salvação, e não promover campanhas de publicidade para sua igreja, com intenção de ganhar adeptos para a mesma.

    Aos gálatas 05:20- Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, EMULAÇÕES, iras, pelejas, dissenções, heresias...que os cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.


    Significado de Emulação

    s.f. Sentimento que leva a igualar ou a superar alguém: provocar a emulação entre as crianças.
    Competição, rivalidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, irmão Welbe. A rivalidade leva enseja a competição, e a CCB jamais escreveu contra qualquer grupo religioso. O posicionamento da Congregação sempre foi o de guiar o povo no caminho da salvação, do bom porte que há em Cristo Jesus. Jamais promoveu campanhas de publicidade para a Igreja, desmerecendo e apontando esta ou aquela. A Congregação nunca se sentiu ameaçada por qualquer grupo religioso para crescer. Quando a Congregação se torna alvo de comentários maldosos em determinados livros nada imparciais, significa que sua presença no território brasileiro é gigantesca e isso passa a incomodar certas lideranças, nascendo ai, uma rivalidade contra nós na briga por espaço.

      Quanto a Gálatas 5.20, o plural ‘emulações’ em grego é singular “zêlos” (zelo, ardor, inveja). No contexto de Gálatas 5.20, literalmente – pelo contexto - diz respeito à “inveja”.

      O quadro figurativo, crianças, usado pelo irmão serve de exemplo.

      Meu trabalho neste blog é apenas em defesa da nossa fé, fechando a “boca” daqueles que nos condenam e confirmando a fé de muitos que se abalam com qualquer coisa. Em nosso meio há irmãos fracos e fortes na fé. Foi pensando principalmente nos mais fracos, que eu resolvi criar este blog, para que a fé deles não venha desfalecer com os argumentos daqueles que nos atacam. Assim, eles podem ver os dois lados da moeda e tirar suas conclusões. Espero também, que minhas matérias possam enriquecer e fortalecer o conhecimento dos de mente adulta.

      Deus o abençoe.

      Excluir
  3. Excelente matéria! Continue assim com este propósito! Deus abençoe, irmão Daniel!

    ResponderExcluir
  4. a AD achava que o mundo não passaria de 2000 para o criador voltar fala que somos pescadores de aquario como se minha familia tradicional do catoliscismo hj e da ccb kkk depois eles falam que o pessoal e sem estudo, ficam na paz e graça de Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Yuri, o irmão possui alguma fonte que informe que a AD 'achava que o mundo não passaria de 2000 para a volta do Criador'? Se positivo, gostaria que me indicasse para que eu adicione em meu arquivo que tenho em casa.

      Deus o abençoe.

      Excluir
  5. Vou ver se arranjo o folheto com a minha amiga da AD ela que me falo quando faziam suas publicações no folheto colocavam em minusculas letrinhas que a volta do criador não passava de 2000

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo. Caso o que ela lhe falou seja verdadeiro e venha a conseguir o tal folheto, se possível, entre em contato comigo pelo email: sakaledah@yahoo.com.br

      Deus o abençoe.

      Excluir
  6. Indícios!? Não. É fato!!

    Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, irmão Lima. Eu apenas "joguei" leve (risos). Deus o abençoe.

      Excluir
  7. Sou membro da CCB, meu saudoso pai foi o primeiro cooperador de Pedro Canário ES, meu tio é um dos anciãos mais velho da região norte do Espírito Santo, e tenho o maior carinho pelos irmãos da AD. Foi através dessa igreja que minha vó, obedeceu a Deus, e logo em seguida o Senhor "recolheu" para o reino da sua Glória. Interessante que em seguida conhecemos a CCB e Deus chamou meus familiares nessa Graça. Verifico que em toda igreja procuram defender seus dogmas, e é justo esta apologia, mas, quando passam a ofender seus irmãos que estão em outras igrejas é inaceitável, principalmente, quando faltam com a verdade, com a ética de um bom cristão, com amor ao próximo.

    Sua matéria é de supra relevância, pela imparcialidade dos comentários, sem ofensa aos membros da AD. Mas buscando esclarecer que os autores que publicaram, criou um estigma social e não recuaram, para consertar as publicações perniciosas que põe em dúvida a doutrina da CCB. Deveria agir como a Folha de São Paulo.

    Deus abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, irmão. Errar é humano, mas permanecer cometendo os mesmos erros - depois de esclarecidos, é teimosia declarada. Se os equívocos mencionados fossem produzidos por líderes da Congregação, não precisaríamos comprar pedras para construção de igrejas, elas viriam como enxurradas em nossa direção.

      No mais, é isso ai. Deus o abençoe pelo comentário.

      Excluir
  8. Irmão infelizmente ela não tem mais tenho a informação de que o CPAD tinha o meio Mensageiros Da Paz publicavam em letra miudas que o mundo não passaria de 2000, queria fazer um outro comentário sobre um site da AD que não quero expor falando sobre a ADI mais conhecida como Assembleia de Deus na Italia falando apenas no comentário que quem fundo foi o Giacomo Lombardi mesmo da CCB por isso o veu más eles falaram que é pq eles tem o tal costume más não e só isso a ordem de culto é a mesma não recebem ... más não sei por que fui excluido, se eles falam tanto mal de nós por aderir o véu no culto se na propria AD tem o uso de véu contraditorio não

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão Yuri, não devemos entusiasmar quanto as origens das CCB e AD, e nem com os acontecimentos excursos, a verdade que ambas foram criadas por pessoas com mesmo intuito e, que saíram das mesmas localidades, porém, se diferiram em algum ponto e se separaram, criando outra denominação religiosa no caso, as AD. Observe esta frase, "CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL E ASSEMBLÉIA DE DEUS NA ITÁLIA TEM OS MESMOS FUNDADORES", foi extraída do: http://ensinosdoeterno.blogspot.com.br/2009/07/congregacao-crista-no-brasil-e.html
      prosperidade de ambas, causam insatisfação por parte de alguém, mas, a verdade é que esse proposito é um meio para disseminar o amor de Cristo e salvar as almas.

      Infelizmente, aonde o homem impera sem comunhão com Deus, o Espírito Santo se afasta aí essas pessoas fazem loucuras.

      Deus abençoe.

      Excluir
    2. infelizmente essa discussão nunca vai ter fim acho que importa pra ambas as parte respeitar e servi a Deus no amor más não vejo isso por parte da AD que tenta denegri a CCB por meio de suas publicações não sei e não me importa o motivo más fico triste por não manter uma comunhão as duas por ser pioneiras no movimento pentecostal no Brasil é a te bom porque a CCB permanece nas suas raízes em quanto a AD brasileiro e se dividiu , já fui na AD e também senti comunhão acho que nosso dever como cristão e respeitar porque a salvação esta em Jesus Cristo

      Excluir